Foi uma noite histórica no estádio Vidal Ramos em Lages que recebeu um público pequeno. Apenas 2.674 torcedores puderam ver uma partida de 8 gols e duas viradas em 90 minutos de bom futebol. A forte chuva que caiu na madrugada e o frio de 13 graus talvez tenha afastado parte da torcida. Quem compareceu assistiu um jogo de muitas emoções. Quem voltou feliz para sua casa em Itu foi o Felipe, único torcedor do Ituano presente em Lages com a faixa da Galoucura. Agora será a vez do torcedor do Galo de Itu lotar o Novelli Júnior na partida de volta. No sábado, as 15hs com promoção das garrafas PETs, o Ituano receberá o Inter de Lages para confirmar a classificação para as quartas de final.

Com o gramado encharcado, as duas equipes começaram arriscando chutes de longa distância. O Internacional foi o primeiro a finalizar com Gustavo que bateu cruzado. O zagueiro Luiz Felipe tirou o perigo da área. A resposta veio em seguida com Morato. Ele acertou uma pancada na forquilha. A bola bateu no travessão e caiu dentro do gol aos 18 de jogo. Em outro lance, Morato recebeu sozinho pela esquerda. Tinha Simião aberto na esquerda e preferiu bater para o gol. A bola saiu por cima. O Ituano aproveitava os espaços deixado no meio campo, e Rafael Martins foi mais esperto. Roubou a bola e percebendo o buraco na defesa, acertou o canto do goleiro. Dois a zero com 27 minutos. Mas o Inter não estava entregue. E tinha Marcelinho Paraíba. Ele cobrou falta na esquerda colocando a bola na cabeça de Peterson que diminuiu. Quatro minutos depois, outra falta. Marcelinho cobrou no segundo pau. A bola foi novamente cruzada, agora no chão, e Peterson empatou a partida. para incendiar a torcida.

Com apoio do seu torcedor, o Inter de Lages começou a segunda etapa com tudo em busca da virada. Oliveira tentou um cabeceio a queima roupa para defesa de Fábio. Dois minutos depois, Marcelinho achou Gustavo que girou em cima do zagueiro e bateu rasteio enganando Fábio. O Inter virava o jogo com 5 minutos. O Ituano manteve a calma e seguiu fazendo seu jogo de toque de bola. Aos 12 Aloísio recebeu de Claudinho, tirou o zagueiro e bateu pelo alto, colocado, no ângulo para empatar o jogo. O toque de bola do Ituano começou a prevalecer. Rafael Martins fez boa jogada pela esquerda e tocou para Claudinho já dentro da área. Ele percebeu a entrada de Pacheco e cruzou. pacheoc tocou de leve para fazer o gol da virada com 24 minutos. O Inter de Lages já não conseguia mais reagir. Com a reestreia de Marcelinho e as entradas de Guilherme e Bassani, o domínio do Ituano aumentou. Até que no último minuto, Marcelinho recebeu em contra ataque, entrou na área e tocou no primeiro pau para Simião que só desviou do goleiro. Vitória por 5×3 e uma grande vantagem para o jogo de volta em Itu no próximo sábado.

Fonte: Ituano FC