Comandante da seleção brasileira, Vadão foi confirmado nesta terça-feira entre os 10 finalistas do prêmio da Fifa de melhor treinador da temporada no futebol feminino.

O técnico comandou o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Apesar da boa campanha na fase inicial, o país perdeu nas semifinais para a Suécia e ficou sem o bronze ao ser derrotado pelo Canadá.

A busca pelo prêmio ocorre em um momento em que rumores indicam que ele pode deixar o cargo que assumiu em 2014.

O vencedor do prêmio será determinado por meio de um processo de votação combinada, em que 50% da decisão será baseada nas escolhas de todos os capitães e treinadores das seleções femininas de todo o mundo. Os outros 50% serão definidos pelo resultado de uma votação online e de mais de 200 representantes de mídia.

A Fifa anunciará na quarta-feira os dez concorrentes na versão masculina do prêmio para técnico. Na quarta, serão conhecidas as dez jogadoras na briga pelo prêmio de melhor do mundo. Finalmente na sexta, sairá a lista dos 23 finalistas entre os homens.

Encerrada uma parceria de seis anos com a revista France Football, a Fifa voltará a premiar os melhores do mundo de forma independente. A entrega será realizada em festa no dia 9 de janeiro de 2017.

Veja os 10 candidatos:  

Philippe Bergeroo (Francês/Técnico da seleção francesa)
Jill Ellis (Americana/Técnica da seleção americana)
John Herdman (Inglês/Técnico da seleção canadense)
Silvia Neid (Alemã/Técnica da seleção alemã)
Vera Pauw (Holandesa/Seleção sul-africana)
Gérard Prêcheur (Francês/Lyon)
Pia Sundhage (Sueca/Seleção sueca)
Oswaldo Vadão (Brasileiro/seleção brasileira)
Martina Voss-Tecklenburg (Alemã/seleção suíca)
Thomas Wörle (Alemão/Bayern de Munique).

Fonte: UOL Esportes
Foto: Eugenio Savio