Nesta terça-feira, foi anunciada a saída de Oswaldo Alvarez, o Vadão, do comando técnico do Guarani.

Pelo clube de Campinas, Vadão comandou o time em 28 partidas, sendo 13 vitórias, cinco empates e dez derrotas, um aproveitamento de 52,4%. O time até começou bem com o treinador, porém a diretoria não vê mais evolução na equipe e, além do técnico, o preparador físico Fábio Guerreiro, o auxiliar Vagner Santos e o coordenador de futebol Ivo Secchi também foram dispensados.

Apesar do desempenho no Guarani, Vadão tem um vasto currículo com passagens por clubes importantes do cenário nacional como CorinthiansSão Paulo e Atlético-PR. Em 2014, o treinador aceitou a proposta da CBF de comandar a Seleção Brasileira Feminina na Olimpíada de 2016, realizada no Brasil. No entanto, a equipe não conseguiu a tão desejada medalha de ouro e o treinador foi liberado do comando.

Fonte: Gazeta Press
Foto: Guarani Press / divulgação