A seleção brasileira feminina de futebol terá mais uma vez Vadão como técnico. Segundo o UOL Esporte, o treinador acertou seu retorno ao comando técnico. Ele chega para substituir Emily Lima, demitida na última sexta-feira (22).

A primeira passagem de Vadão pela seleção feminina aconteceu entre 2014 e 2016. Neste período, o treinador comandou a chamada “seleção permanente”, grupo fixo de jogadoras para a disputa da Copa do Mundo de 2015 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Na avaliação da CBF, os resultados de Vadão em sua passagem pela seleção feminina foram até certo ponto positivos. O comando da entidade destaca o título pan-americano e o quarto lugar nos Jogos Olímpicos do Rio como desempenhos que credenciaram o retorno do treinador. Além disso, ele foi eleito o sexto melhor treinador da modalidade pela Fifa enquanto defendia o Brasil.

 

Fonte: Folhapress