Ansiedade, entusiasmo, alegria, gratidão, muitas palavras podem ajudar a descrever o sentimento do primeiro treino da Seleção Brasileira nesta quinta-feira (6), em Grenoble, França. A atividade marcou o início da caminhada da equipe no país do Mundial, e por isso, foi cercado de sensações boas e notícias positivas.

Antes de começar o treinamento, toda a equipe se reuniu no centro do gramado para agradecer o pontapé inicial na França para a Copa do Mundo. O técnico Vadão contou com o grupo completo na atividade de hoje, a lateral Poliana desembarcou na madrugada em Grenoble, por volta das 4h (horário da França) e já participou do treino. Essa será o segundo Mundial defendendo o Brasil. Em 2015, a defensora também participou da competição.

– Pra mim é sempre uma honra poder representar a Seleção Brasileira, poder vestir essa camisa. É claro que não é da forma que eu gostaria, porque ver uma companheira na véspera da viagem ser cortada por uma lesão, mas eu espero que ela possa se recuperar bem e voltar o quanto antes. Claro que vestir essa camisa representa muito e participar pela segunda vez da Copa do Mundo pra mim é uma honra, já percebo que está sendo diferente, tem uma visibilidade maior, uma coisa que nós sempre lutamos e batalhamos para ter e hoje a gente está podendo desfrutar disso – analisa Poliana.

Erika e Luana fazem trabalho em campo; Marta segue transição

Depois de dezesseis dias sem trabalhar com bola, apenas na fisioterapia, a zagueira Erika atuou pela primeira vez em campo. A atleta do Corinthians teve um entorse no tornozelo esquerdo, dois dias antes de viajar para a preparação em Portugal, e ficou todo o período realizando fisioterapia e preparação física. Na última semana, iniciou o processo de transição para o campo, mas apenas realizava atividades individualmente, hoje enfim trabalhou com o grupo em uma atividade em campo reduzido de nove contra nove.

Já Luana, que apresentou dor muscular na região do quadriceps da coxa esquerdo há uma semana, voltou hoje a trabalhar com bola. Assim como Erika, a meia entrou no último período do coletivo, que foi dividido em 4 partes de 15 minutos, e reiniciou as atividades em coletivo com a bola.

A atacante Marta segue o processo de transição para o campo. Nesta quinta-feira (6), ela realizou atividades separada da equipe sob a supervisão do preparador físico Fábio Guerreiro e o fisioterapeuta Flávio Bryk. Pela noite, segue o trabalho de fisioterápico no departamento médico da Seleção Feminina.

Nesta sexta-feira (7), o Brasil treinará às 16h (Horário da França) no Stade Paul Bourgeat. A coletiva de imprensa será após a atividade, que contará com os 15 primeiros minutos abertos para a imprensa.

Fonte: CBF
Foto: CBF / divulgação / Flickr