Já com presença garantida na elite do futebol de São Paulo na próxima temporada, São Caetano e São Bento se reencontram agora na final da Série A-2. O primeiro dos dois jogos da decisão acontece nesta sexta-feira (9/10), às 15h, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. O duelo de volta, por sua vez, será disputado na segunda-feira (12/10), às 17h, no Anacleto Campanella.

Campeão em 2000 e 2017, o Azulão mira o seu terceiro troféu nesta divisão. O técnico Alexandre Gallo projetou os obstáculos que precisam ser superados pelo time azulino para concretizar tal meta. “Serão jogos iguais. Decisão é um caso à parte, sempre uma partida especial. Precisamos fazer o nosso jogo, o mais simples possível. A gente sabe que não terá vida fácil, mas vamos tentar fazer o nosso trabalho”, disse antes de completar. “A equipe que chegou na final conseguiu por meio de vários fatores. Não podemos citar apenas um. (O São Bento) É um bom time, nós sabemos das suas qualidades”, contou o treinador, que não possui desfalques por suspensão para amanhã.

Um dos destaques do Pequeno Gigante na campanha do acesso, o goleiro Luiz Daniel analisou os confrontos seguintes e destacou a importância de decidir o título na próxima segunda, em São Caetano. “A única vantagem nesta decisão, em casa ou fora, é o mando de campo. A torcida não está dentro do estádio para nos apoiar, então vejo o fator campo fundamental para a gente sair vitorioso”, afirmou, objetivado também na partida de volta entre as equipes.

No retrospecto geral entre São Caetano e São Bento, o Pequeno Gigante leva vantagem em cima do rival ao ter vencido em dez oportunidades. Já o mandante desta sexta (9/10) saiu de campo vitorioso em três oportunidades, enquanto outros sete duelos terminaram empatados.

ivan-01 ivan-02

Fonte: Repórter Diário