ronald-02A noite desta quarta-feira (21) foi tricolor na Arena Castelão. No segundo jogo da final do Campeonato Cearense, o Fortaleza venceu o Ceará e conquistou, em 2020, o bicampeonato estadual. Após levar duas bolas na trave no primeiro tempo e ver o Alvinegro levar maior perigo ao gol, o Leão liquidou a partida com gol de Tinga após falha de Tiago Pagnussat. Com o resultado, o time comandado pelo técnico Rogério Ceni conquistou o 43º título cearense de sua história.

Sabendo da necessidade de marcar gols, o Ceará mostrou maior volume no início. Aos 12 minutos, em bela jogada de Eduardo e passe de letra de Rafael Sobis, Vina carimbou a trave de Felipe Alves. Quatro minutos depois, em descida pela esquerda, Léo Chú cruzou para Sobis, que mandou a bola no travessão. Com a vantagem no placar agregado, o Fortaleza tentou cadenciar o jogo, e ameaçou a meta de Fernando Prass com David e Romarinho. A partir da metade da etapa inicial, o Vovô relaxou um pouco mais no jogo e viu o Tricolor equilibrar as ações, sem muito perigo real de gols.

O Ceará se lançou ao ataque nos primeiros minutos e levou perigo logo aos 4 minutos, em chegada na pequena área que Vina quase manda para o gol. O lance também se repetiu aos 6 minutos, após cruzamento do camisa 29 para Sobis. Apesar de ainda no ataque, o Vovô viu o Fortaleza partir em contra-ataque com Yuri César e cruzar na área. Após recuo errado de Tiago, Tinga aproveitou e abriu o placar aos 15 minutos. O gol deu confiança ao time leonino, que passou a administrar as ações do jogo. Sem conseguir chegar ao ataque mesmo depois de realizar substituições, o Alvinegro mostrou um futebol mais nervoso em campo, e perdeu Leandro Carvalho, expulso após reclamação. No fim, festa tricolor e bicampeonato estadual.

Fonte: Globoesporte.com