Talvez você não lembre, mas há exatamente um turno o Corinthians teve a estreia do meia Gabriel Pereira, de 19 anos, no time profissional.

Foi na derrota por 3 a 2 contra o Atlético-MG, no Mineirão, ainda sob o comando do técnico Tiago Nunes, em duelo ocorrido em 12 de agosto.

A partida marcou a única aparição do garoto entre os profissionais. Foram 26 minutos em campo.

Depois disso, sumiço. Com desequilíbrio muscular e uma condição física pouco compatível com o nível profissional, o garoto foi retirado dos jogos e passou a fazer trabalhos específicos de parte física.

Franzino e com maturação tardia, Gabriel foi trabalhado para aprimorar sua condição para os padrões exigidos no futebol de alto rendimento. A ideia da comissão foi dar ao jogador mais força e resistência para que ele pudesse aguentar o ritmo de um jogo profissional, sem risco de lesões.

Nesta semana, depois de muitos dias de trabalho no laboratório de biomecânica do clube, Gabriel foi liberado para passar aos trabalhos de transição com os preparadores físicos do Timão.

A tendência é de que dentro de alguns dias seja integrado à rotina de treinos com o restante do grupo.

Gerente da base do Corinthians, Fernando Yamada diz que vê muito potencial no jogador de 19 anos:

– Ele chegou ao Corinthians com 17 anos, vindo do Guarani, mas fez pouca base. Precisa de condição física sólida, mas tem outros aspectos técnicos muito bons, além do comportamental. É agressivo no jogo, corajoso. Tecnicamente, muito bem ajustado, um atleta que acerta o gol, que tem a finalização e o drible de um contra um. Se conseguir evoluir fisicamente, será um jogador de alto nível – projetou.

Revelado pelo Guarani, Gabriel assinou com o Timão em 2018. Ele tem contrato até 31 de março de 2022, com multa de R$ 150 milhões e 70% dos direitos ligados ao clube – o Bugre tem 30%.

O jogador se destacou na Copa São Paulo deste ano ao vestir a camisa 7 do clube. Escalado aberto pela direita, o garoto chamou a atenção no time de Dyego Coelho com dribles e assistências na competição de base. Ele marcou também um golaço contra o Cuiabá, costurando a defesa.

Fonte: Globoesporte.com
Foto: Agência Corinthians