Não foi desta vez que o Juventus conquistou o título da Copa SC. Na tarde desta segunda-feira (15), o Moleque Travesso perdeu para o Figueirense por 2 a 0, no estádio Orlando Scarpelli, ficando com o vice-campeonato da ‘Copinha’.

Com o empate sem gols no jogo de ida, no estádio João Marcatto, a equipe de Jaraguá do Sul precisava da vitória.

Os dois gols foram marcados no segundo tempo, sendo que o primeiro saiu em lance polêmico, aos 17 minutos. Após contra-ataque, Bruno Paraíba foi lançado, ficou cara a cara com Iago Hass e sofreu um leve toque de Cesinha, mas o contato teria começado fora da área.

O juiz acabou marcando pênalti e expulsou o lateral, gerando revolta dos jogadores juventinos. Na cobrança, o próprio Bruno Paraíba converteu.

Nem deu tempo para o Tricolor esboçar uma reação e o Figueira anotou o segundo dois minutos depois, com Brener, em chute de fora da área, decretando a vitória dos donos da casa.

O Juventus se despede da temporada orgulhoso por ter voltado a disputar uma final de campeonato após nove anos e agora foca todas as atenções para 2022. No próximo ano, o clube disputará novamente a Copa SC, além da Série D do Campeonato Brasileiro e Campeonato Catarinense, que será o primeiro compromisso no fim de janeiro.

Já o Figueirense garante a vaga na Copa do Brasil com o título da Copa SC e fará a final da Recopa Catarinense contra o rival Avaí, em janeiro.

Informação do Avantes Esportes
Foto: Patrick Floriani